quarta-feira, 30 de abril de 2008

CARTEIRA OU PERMISSÃO?


Nave mãe

Se seu filho já dirige, você tem confiança, e ele vai ficar mais de um mês viajando, pense na possibilidade dele tirar uma CARTEIRA INTERNACIONAL DE MOTORISTA, e alugar um carro nos fins de semana.
É uma forma de conhecer outras cidades.
Ele pode combinar com outros jovens e dividir as despesas do aluguel e do combustível.
É essencial porém que ele seja um jovem responsável e seguro.
Todas as informações necessárias para a obtenção da carteira estão no site do
Touring. Há também a PERMISSÃO INTERNACIONAL PARA DIRIGIR, no site do Detran estão todas as explicações.
Existe uma controvérsia sobre o documento correto, visto que o Touring é uma entidade não governamental.
Sugiro uma pesquisa junto ao Consulado do país visitado, para um esclarecimento mais específico.

segunda-feira, 28 de abril de 2008

CARTEIRA POLÊMICA


Apesar das diversas leis em todo o país, a questão da meia entrada tem gerado polêmica, ante a constatação de que um grande número de carteiras estudantis estão sendo usadas por não estudantes.
Eu entendo a posição dos reclamantes, porque trabalho em um espaço cultural, e sei das dificuldades que passam todos os envolvidos em arte em geral.
Mas esta é uma outra discussão...
Aqui a Carteira Estudantil vai ser analisada para uso no Exterior, onde a Cultura é fortemente subvencionada pelos Governos.

O ISIC garante mais de 42 mil descontos e benefícios nas mais diversas categorias e sempre nos melhores estabelecimentos em mais de 120 países.

No site do STB, que é o representante no Brasil, há um mecanismo onde é possível a busca dos locais onde os descontos são possíveis, por país e por cidade.
São concedidos descontos bastante interessantes, e em lugares com grandes chances de serem utilizados.
Fiz uma busca utilizando o nome da cidade de Dresden, e como o meu filho já a conhece, submeti a ele a análise da lista.
Ele ficou bastante entusiasmado, pois a listagem inclui um monte de lugares que ele conhece, e frequentou, inclusive "Nights" ,com desconto em cerveja e locais onde ele costumava comer, como o Subway.
E até o Albergue "Die Boffe" (atenção para este nome, ele não gostou nada) onde fiz uma reserva para a primeira noite, já que a sua chegada na cidade será após o horário de check in na acomodação da Universidade.
Claro que ele ficou muito mais empolgado com esta lista do que com as de Museus...
Vou providenciar imediatamente.

PROGRAMÃO PARA JULHO

Num momento de lazer em Madri, na Pedriza

A alegria de compartilhar as refeições com novos amigos , Alemanha

Um grande programa para os bem jovens é passar as férias de julho num Summer Camp.
Meu filho começou aos 14 aos e me arrependo de, por falta de informação, não tê-lo enviado antes.

Sua primeira experiência foi em Oberuff, pequena cidade da Alemanha e o curso escolhido foi o do Goethe Institut , excelente em todos os sentidos, com muita programação cultural e esportiva.
Ele conheceu muitas cidades próximas, castelos e museus
As brincadeiras eram todas coordenadas por monitores, e as saídas em grupo e acompanhadas.

Coincidentemente ele embarcou para Frankfurt no dia da final da Copa de 2002
Brasil X Alemanha.
Ele foi de Varig e não de Lufthansa , mas nem por isso o avião deixou de estar abarrotado de alemães.
Quando chegou no Colégio, o Brasil já era Penta.
No dia seguinte ele entrou em campo pra jogar futebol , absoluto, parecia o Ronaldo ...os colegas tremiam.
Fez o maior sucesso...
Claro que isto contribuiu muito para facilitar o relacionamento dele com os garotos de nacionalidades variadas que estavam lá.
Ele adorou! e eu também, pois tudo é muito seguro e bem organizado.
Eles embarcam acompanhados pelas aeromoças aqui no Brasil, e são recebidos pelo staff do curso no aeroporto, ficam lá aguardando a chegada de outras crianças, e seguem juntos no ônibus rumo ao colégio.
São 3 semanas de muita diversão e a descoberta de um mundo novo, onde eles são incentivados a construir seu caráter individual e desenvolver sua auto-confiança e habilidades.

Eles voltam mais seguros e loucos para repetir a experiência, prepare o bolso
porque á partir daí é que tudo começa.
Mas, afinal, é isso que você quer, não é?

Em Madri ele repetiu a experiência fazendo o Summer Camp no
Marques de la Enseñada
Foi um pouco diferente, com muitas excursões e programas externos.
Há a opção de você autorizar saídas desacompanhadas, mas eu não dei.
Existem Summer Camps em vários países, porém estes são os que eu conheço e posso indicar com toda convicção.

domingo, 27 de abril de 2008

ALERTA DO PROCON



Este vídeo, mostra uma situação muito comum, é preciso que sejam observadas todas as cláusulas do contrato com atenção para que tudo transcorra sem problemas.

sábado, 26 de abril de 2008

ARGENTINA


Um excelente destino para intercâmbio, atualmente é a Argentina.
Como o espanhol é hoje uma exigência da boa formação,
estudar no país "hermano" tornou-se uma opção inteligente.

Buenos Aires é uma grande cidade,com a vantagem de estar perto de nós e com um câmbio muito favorável neste momento.
Eles ainda não tem Summer Camps, mas tem bons cursos, alguns até internacionais como o Don Quijote e o Enforex.
O Coined é considerado um dos melhores.
A Universidade de Buenos Aires oferece cursos de espanhol para estrangeiros, e na época de férias, cursos para brasileiros.

sexta-feira, 25 de abril de 2008

MALA PRÁTICA

Nós todas sabemos o quanto é difícil para os jovens, especialmente os meninos um pouco de organização.

Com raríssimas exceções, eles são mesmo muito bagunceiros.

Para tentar botar um pouco de ordem na vida deles, é preciso uma boa estratégia!
Eu desenvolvi uma excelente, super funcional.
A arrumação da mala toda com organizadores.

Descobri na Internet um site de uma empresa especializada em organizadores, e comprei diversos itens, que realmente funcionam.
Você pode acreditar, valem cada real pago!
Beira a perfeição...fico até orgulhosa.

É só abrir a mala e pendurar os organizadores de roupa no armário, o de toalete no banheiro, e os demais em gavetas ou prateleiras, não precisa tirar nada de dentro deles, a medida que vai precisando vai pegando.

Só precisa depois ir repondo após o uso.
Fica tudo arrumado e fácil na hora de arrumar a mala da volta.
Estou praticamente uma profissional nesta matéria, vai tudo embalado.

A próxima viagem do meu filho em Julho será o teste.
Levo fé!!!

As fotos mostram o uso.
E o link dá a dica
Pack Chic Embalagens
Mas se ele exagerar no shopping...
Compressor de roupas




Os organizadores abertos
Fechados para serem colocados na mala
Aqui cabem 4 suéteres
Este, cabem bermudas, cuecas e meias

Este, cabem 10 camisetas


Este, cabe tudo que precisa para 1 mês

INTERCÂMBIO PUC RIO

Em 2007, navegando pela internet, descobri que a Puc Rio, oferece diversos intercâmbios de curta duração (exatamente os que eu gosto) até para alunos de outras instituições.

Fiz contato pelo telefone com o Daniel Castro ,e recebi as informações que precisava, pois as informações do site não atendem as necessidades maternas.

Achei excelentes as condições do curso de alemão realizado na cidade de Dresden, e foi para lá que meu filho foi em julho de 2007.
Ele adorou!Tanto que vai em julho de 2008, outra vez!
A cidade, o curso, e as acomodações muito boas.
Para quem deseja fazer um curso de alemão, essa é uma excelente dica.

Os vídeos abaixo,foram feitos por estudantes e mostram um pouco da cidade e do alojamento estudantil da Technische Universität Dresden





AVIÃO



Viajar de avião, mesmo para quem não tem medo, é desconfortável e cansativo, sobretudo se seu filho é um jovem alto.

Já falei num post anterior que é possível identificar um bom lugar no avião, através do Seatguru.

Faça a reserva da passagem aérea com o lugar já escolhido.
Amenize o sofrimento das intermináveis horas de vôo, colocando em sua mochila alguma distração, tipo Ipod, PSP, livros, revistas, palavras cruzadas.

Um apoio de cabeça inflável, é muito útil e dá um pouco mais de conforto na hora de dormir.

A roupa da viagem deve ser o mais confortável possível, os sapatos ou tênis devem ser do tipo fáceis de colocar.

Na mochila devem estar um moletom, a agenda, o arquivo com os documentos, caneta, o celular, lenços de papel, e uma ou outra guloseima para distrair a boca.

Em viagens muito longas deve-se de duas em duas horas dar uma andada pelo avião e fazer um alongamento básico.

É necessário uma boa hidratação e alimentação leve, para que a viagem transcorra sem problemas de enjôo.

Desnecessário dizer que álcool está fora de questão.

Apesar da dificuldade de movimentos na poltrona das classes econômicas em geral,
é recomendável não incomodar o vizinho.

Se a viagem for em grupo, é importante que a boa educação e o limite se façam presentes.

Não tem nada pior que fazer uma viagem de avião com adolescentes gritando uns com os outros e circulando sem parar pelo avião.

Vamos ensinar que isto é inadmissível, afinal queremos que nossos filhotes, sejam cidadãos do mundo!

SEGURO VIAGEM

É importantíssimo adquirir um seguro saúde para seu filho.
Existem inúmeras seguradoras, e você pode fazer isso junto com a aquisição do pacote, na agência de intercâmbio.
Eu descobri que comprando a passagem aérea com cartão de crédito, você tem esta cobertura grátis, inclusive o Certificado Schengen obrigatório nos países da Europa.
Verifique junto a operadora do seu cartão, antes de comprar na agência de intercâmbio, mas não deixe de fazer, é fundamental.

Visa
Mastercard

Visa Classic
Seguro de acidentes de viagem 75.000 dolares

Visa Gold
Seguro de acidentes de viagem 250.000 dolares
Servico de assistência aos viajantes

Visa Platinum
Seguro de acidentes de viagem 500.000 dólares
Servico de assistência aos viajantes
Certificado Schengen no valor de 30.000 euros
Reembolso de emergências médicas

Visa Infinite
Seguro de acidentes de viagem 1.000 000 dolares
Reembolso de emergências médicas
Serviço de assistência aos viajantes.

MasterCard Standard
Seguro de acidentes de viagem 75.000 dolares

MasterCard Business
Seguro de acidentes de viagem 100.000 dolares

MasterCard Gold , Mastercard Corporate, MasterCard Purchasing
Seguro de acidentes de viagem 250.000 dolares

MasterCard Platinum
Seguro de acidentes de viagem 500.000 dolares

Master assist plus
Reembolso de emergências médicas

Para mais informações, ligue para MasterCard Global Service™: Números de Telefone para Chamadas Gratuitas:Brasil: 0800-891-3294Estados Unidos: 1-800-307-7309Números de telefone dos Estados Unidos, a cobrar: 1-636-722-7111

Segurados da Previdência Social têm direito a atendimento médico gratuito nos países que mantém acordos com o Brasil.

Para isso é preciso fazer o Certificado de Direito à Assistência Médica (CDAM), um documento que permite utilizar a rede pública de saúde em países como Argentina, Chile, Espanha, Grécia, Itália, Luxemburgo, Portugal e Uruguai.
O certificado, com validade de até um ano, oferece assistência médica, farmacêutica, odontológica, ambulatorial e hospitalar - em todos os serviços da rede pública do país visitado.

É possível emitir o documento nos endereços aqui
Apresente fotocópia e versão original do passaporte, RG, comprovante de residência no Brasil, passagem e comprovante de inscrição na Previdência Social e os três últimos comprovantes de contribuição ao INSS (guias de recolhimento da Previdência Social ou carteira de trabalho e os três últimos contra-cheques).

Para os dependentes do segurado, é preciso levar a certidão de casamento e de nascimento dos filhos. Se tiver necessidade de médico no exterior, procure a rede pública de saúde local (e não esqueça de levar o certificado).

COMUNICAÇÃO


Telefone fixo para o exterior

Acho que a melhor forma de falar de fixo para fixo no exterior é através da Embratel.
No site, eles fornecem todos os planos e tarifas.
Gosto de falar através do operador, uso a ligação para pessoa específica, já que é difícil
a localização deles no campus.

É preciso estar atenta ao fuso horário na hora de fazer a ligação para seu filho

*Alemanha + 4
*Espanha + 4
Grã-Bretanha +3

Austrália
Perth +11
Sydney +13
Melbourne +13

Nova Zelândia +16


Canadá
*Montreal -2
Otawa -2
Quebec -2
Toronto -2
Vancouver -5


Estados Unidos

*Los Angeles -5
Nova Orleáns -3
*Nova york -2
Sao Francisco -5
Washington -2


Base – Horario de Brasília

Países que adotam o horário de verão, que vigora entre os meses de marco /abril até
Setembro/outubro, quando a diferença aumenta em 1 hora ( nas horas precedidas pelo sinal +) ou diminui 1 hora (nas horas precedidas pelo sinal -)



Ligação para pessoa específica -
A chamada só é completada e cobrada se a pessoa com a qual o cliente pretende se falar atender à ligação.

Ligação via operador para qualquer lugar do mundo
Ligue para 0800 703 21 11. Profissionais treinados farão o atendimento, completando sua ligação rapidamente. Ligação via operador, semi-automática, a cobrar para qualquer lugar do mundoLigue para 0800 703 21 21 e complete sua ligação com a ajuda de profissionais treinados.

Ligações através do Skype

O uso do Skype, só é possível daqui para lá, a não ser que seu filho leve um laptop, pois na maioria das universidades não permitem o download do programa nem o seu uso nos micros da sala de Internet.
Então tente diariamente ou combinem uma hora que ele possa atender, algumas universidades dispõe de telefones nos quartos ou no hall do andar , procure saber sobre isso com o agente ou na primeira comunicação do seu filho com vc.

MSN

Esta é uma boa forma de comunicação, eu uso muito.
Ela depende dos horários na sala de Internet, ou da boa vontade do roommate portador de laptop, se seu filho não levou o dele.
Uma vez que o horário é estabelecido, vc faz uma rotina diária e tudo fica perfeito. Vc também fica sabendo se os amigos falaram com ele, enfim vc controla de perto.
Se vc nunca usou, peça a a seu filho para ensina-la é fácil e grátis.

Celular

Seria maravilhoso poder falar com seu saudoso filhinho a hora que vc bem entendesse ou quando batesse aquela saudade insuportável.
Mas, a não ser que vc seja uma milionária, fica complicado o uso desse valioso recurso.
Até porque ou eles não levam consigo ou deixam de carregar a bateria.
Alguns jovens porém são compulsivos no uso, e se torna um perigo levar esse aparelho para as viagens no exterior.
Soube através de uma amiga que estava na Vivo resolvendo um problema, e conheceu uma mãe desesperada que tentava parcelar uma conta de 30.000 reais que sua filha adolescente fez em Orlando.
Acho que não merecemos isso, não é?

Mas se vc tem interesse em saber ou paga o preço...


Transcrevo matéria da Connect

Se você já viajou pelo Brasil ou pelo exterior com o seu celular, sabe como é difícil compreender como o roaming (quando você está em um local com DD diferente) é tarifado. Cada operadora tem uma forma de cobrança, que varia em função do plano, do horário e se o cliente usa um plano pré ou pós-pago. Também há taxas diferentes se o roaming é realizado onde a companhia tem rede própria. Caso negativo, há uma cobrança chamada AD (adicional de chamada), pelo uso da infra-estrutura de outra empresa.
Além disso, se o usuário estiver fora de sua área de cobertura original, pode haver uma tarifa de deslocamento por chamada recebida, mesmo em roaming na rede de sua operadora. Exemplo: um cliente da área 11, em São Paulo, poderá pagar uma taxa se viajar para um lugar de código 12, no mesmo estado. Mais isso não é regra, porque as cobranças variam em função do plano do assinante e da estratégia da empresa.

No exterior

O serviço de roaming no exterior pode ser usado apenas por clientes pós-pagos; a exceção é a TIM, que oferece roaming internacional apenas na Alemanha para seus clientes pré-pagos. Dependendo do país e do acordo de cada operadora nacional com as teles no exterior, são cobradas tarifas diferentes. Há casos em que o cliente paga por chamadas recebidas fora do Brasil; em outros, a cobrança vale apenas para ligações lá realizadas.
Também há a diferença na possibilidade de roaming em função da tecnologia da sua operadora. As GSM (Claro, TIM, Oi e Brasil Telecom GSM) permitem que o usuário leve o telefone em viagens e faça e receba ligações com seu próprio número. A vantagem é que o cliente carrega todas as informações do SIM Card (chip usado em celulares GSM), como agenda telefônica, por exemplo.
No entanto, mesmo quem tem um GSM deve ficar atento. Essa tecnologia funciona em três freqüências diferentes no mundo. Por isso, para usar os serviços da sua operadora em qualquer país, o ideal é ter um aparelho triband, ou seja, que opere nas três faixas. Onde há redes 3G, é preciso um celular quadriband, raros no mercado nacional.
Já clientes Vivo, única CDMA no Brasil, podem levar seus aparelhos apenas para destinos com redes iguais. Caso o usuário vá para países de padrão GSM - 80% do mundo - a empresa fornece um telefone, com o número da pessoa.

Opções para economizar

Serviços de roaming, especialmente o internacional, costumam fazer estragos em qualquer conta no final do mês. Uma ligação de Nova York para o Brasil, por exemplo, custa em média de R$ 8,50 a R$ 12,50 por minuto. Já uma chamada local na cidade americana varia entre R$ 4,16 e R$ 7,99 por minuto, dependendo da operadora internacional e do horário da ligação.
Antes de fazer as malas e cair na estrada, entre em contato com sua operadora para saber exatamente quais são as taxas cobradas e as tarifas das ligações do seu plano. Mas para evitar o estouro do orçamento, vale apelar para soluções inteligentes. A maioria das operadoras tem acordos internacionais para o envio de torpedos. Em vez de ligar para a família no Brasil, mande um SMS. Uma mensagem de texto enviada de Nova York para cá custa de R$ 1,20 a R$ 1,89 em média, dependendo da tele internacional escolhida.
Muitas vezes, surgem dúvidas de como utilizar essa comodidade no exterior e questões relativas a preço do serviço, acionamento da operadora no Brasil e cobertura em outros países. Entramos em contato com as principais operadoras no Brasil e trouxemos as respostas das principais questões sobre o assunto. Boa viagem!

Claro

Os clientes pós-pagos Claro podem enviar e receber mensagens pelo celular em 130 países onde a companhia tem acordo de roaming. De acordo com a operadora, o envio e recebimento são instantâneos, como se o usuário estivesse no Brasil. Além disso, o cliente não paga nada para receber e envia mensagens por, em média, por US$ 0,50 cada, dependendo da operadora usada. Para enviar torpedos basta escrever o texto e mandar para o celular desejado, digitando as teclas “+”/ “55”/código da cidade/número do destinatário. O recebimento é automático.O roaming internacional tem de ser apenas uma vez. Os números do atendimento Claro são: *468 do próprio aparelho, gratuitamente, ou a cobrar de um fixo para 11.9199-5555. O atendimento é exclusivo para roaming.

Oi

Quando um cliente da operadora está fora do Brasil, ele faz e recebe ligações como se estivesse em sua área de cobertura. A Oi mantém acordos de roaming com operadoras em mais de 100 países.Antes da primeira viagem internacional, o cliente deve entrar em contato com o call center da Oi no Brasil e solicitar o desbloqueio do serviço. Para isso, basta digitar *144 do celular. Caso o já esteja no exterior e queira entrar em contato com o call center, deve ligar para o número +55 21 2729-1301 (ligação gratuita do celular, ou a cobrar de um telefone fixo). Apenas clientes do plano Oi Conta (pós-pago) que já tenham pago a primeira fatura podem utilizar o serviço de roaming internacional.
Para enviar mensagens no exterior o usuário deverá utilizar a tecla + de seu teclado e em seguida digitar o código do país para o qual ele está ligando (Brasil = 55), o código de área + número do telefone que desejar chamar (ex. + 55 21 8809 - xxxx). O preço para a utilização do serviço varia de acordo com a operadora e país visitado. Segundo levantamento de órgãos relacionados ao turismo no Brasil, Buenos Aires é, atualmente, o destino mais visitado no exterior por brasileiros. Para enviar uma mensagem de lá, o usuário pagará entre R$ 1,40 (Telecom Personal) e R$ 2,01 (Telefonica Unifon), mais R$ 0,35 referentes ao valor cobrado por esse serviço no Brasil.

TIM

Os acordos de cobertura de roaming internacional da TIM cobrem 156 países. Em todos, os clientes pós-pagos podem enviar mensagens SMS (TIM Torpedo). Já as mensagens multimídia podem ser enviadas a partir de 69 nações, graças a acordos com 104 operadoras. Por enquanto o serviço de roaming internacional da TIM está disponível apenas na Alemanha para clientes pré-pagos.Para acionar o serviço de envio de mensagens ao exterior, o usuário deve entrar em contato com a central da TIM antes de viajar, pelo telefone 0800 7414141 ou pelo celular, discando *144. Para mandar o torpedo, não é necessário realizar qualquer modificação no aparelho. No quesito preço, as tarifas relativas ao envio do TIM Torpedo variam de acordo com o país visitado e a operadora selecionada. Em Buenos Aires - destino mais visitado pelos turistas brasileiros atualmente - por exemplo, o cliente TIM paga entre R$ 1,28 (Telecom Personal) e R$ 1,42 (Movistar), mais R$ 0,0771/kb para mensagens multimídia.
O TIM Torpedo recebido é sempre gratuito. Para checar as tarifas de TIM Torpedos enviados, você poder visitar o Guia de Viagens TIM. O caminho até o Guia de Viagens começa com um clique na opção Cobertura e Roaming. Depois, é necessário clicar em Roaming Internacional e, por fim, em Serviços em Roaming Internacional. A opção Guia de Viagens aparece do lado esquerdo da tela.

Vivo

A cobertura da Vivo para mensagens SMS está presente na Europa, África, Ásia e Oceania. A partir de junho, estará funcionando também na América do Norte. E o objetivo da Vivo é ampliar toda sua cobertura SMS para os mais de 170 países em que possui acordos de roaming.Antes de viajar, o cliente deve entrar em contato com a central de atendimento da Vivo discando *8486 do próprio celular ou para 08007728486 para verificar se o aparelho é compatível para fazer chamadas no exterior. Caso seja compatível, o atendimento fará a programação. Caso não, a Vivo empresta gratuitamente o Kit Vivo no Mundo (a entrega é realizada na residência do cliente), que consiste em um terminal e acessórios com tecnologia compatível com a do país a ser visitado. Neste caso, vale lembrar que você terá um número de telefone diferente do seu para receber e fazer chamadas no exterior.
Para enviar SMS, basta acessar o ícone para enviar a mensagem e colocar o DDD sem o “0” e o número do celular. Os valores para envio são 0,36 de euro na Europa e nas demais regiões US$ 0,36. Para receber, é gratuito.

COMPRAS


Vamos admitir que um shopping também contribui para completar uma boa viagem.
Nós adoramos! E eles também...
Nos Estados Unidos existem em cada cidadezinha, e são chamados de Mall.
Na Europa as grandes lojas de departamentos e as grandes griffes espalhadas em toda parte fazem a alegria dos viajantes.
Foi-se o tempo das bugigangas que comprávamos a cada viagem.
Depois que o Brasil abriu as exportações, encontra-se todo tipo de badulaques chineses também por aqui.
É hora de compras selecionadas com mais critério.
Faça uma lista das compras que você acha que seriam interessantes dele fazer.
Roupas de baixo e meias são muito baratas e de ótima qualidade nos Estados Unidos,e eles nunca se lembram de comprar.
As numerações são diferentes, você então deve copiar esta lista e colar na agenda.


Tabela de conversão de Roupas e Sapatos

Medidas femininas

País (vestidos e casacos )

Brasil /Europa 36 38 40 42 44 46 48
Estados Unidos 8 10 12 14 16 18 20
Grã-Bretanha 30 32 33 35 36 38 39


Medidas masculinas

País (ternos e suéteres)

Brasil /Europa 44 46 48 50 52 54 56
EUA/ Grã-Bretanha 34 36 38 40 42 44 46


Sapatos femininos

BRA 33 34 35 36 37 38 39 40
EUA 4,5 5,5 6 7 7,5 8,5 9 10
EUR 35 36 37 38 39 40 41 42


Sapatos masculinos

BRA 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46
EUA 6 7 7,5 8,5 9,5 10 11 12 12,5 13,5
EUR 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48

EMERGÊNCIAS

Esperamos que não ocorram, mas ensine-o a agir em caso de alguma dessas emergências.
Todas estas informações devem ser impressas e grampeadas na agenda.

Impedimento de viagem

Caso haja algum problema que impeça seu filho de viajar, você deve consultar o contrato assinado com a agência, dependendo do prazo pode haver direito a reembolso de parte do dinheiro, ou perda total.

Perda de Passaporte

O passaporte é o único documento que realmente é aceito como identificação do cidadão fora do país de origem. Embora todo mundo pense que isso nunca vai acontecer, perda de passaporte é algo que acontece com mais frequência do que se imagina.

O primeiro passo em caso de se ter o passaporte roubado é fazer um registro na delegacia de polícia mais perto do local em que o assalto aconteceu.
O Consulado Brasileiro também precisa ser informado o mais rápido possível,o que pode ser feito por telefone mesmo.
Num primeiro momento, os funcionários vão anotar seus dados e pedir para você, se puder, esperar antes de fazer um passaporte novo.
É que, em muitos casos, os documentos roubados são recuperados pela polícia ou encontrados na rua, e acabam sendo direcionados para o Consulado.


Novo passaporte

Os documentos exigidos para tirar um novo passaporte, em caso de perda, roubo ou extravio são: um boletim de ocorrência emitido pela Polícia local; carteira de identidade ou outro documento emitido por Órgão Público que comprove sua nacionalidade brasileira; três fotos em preto e branco ou em cores datadas.

Para brasileiros do sexo masculino, entre 18 e 45 anos de idade, é exigida ainda a apresentação do documento militar.
No caso de não residentes no exterior, são solicitados título de eleitor e comprovante de voto ou justificativa na última eleição.
Há uma taxa consular.
Você tem que fazer a solicitação pessoalmente, lá mesmo no Consulado, preencher e assinar alguns formulários.
O prazo de entrega é de dez dias úteis.
No entanto, se você pretende viajar para o Brasil em breve, não é preciso tirar um novo passaporte, pois o próprio Consulado oferece um documento de Autorização de Retorno ao Brasil (ARB) que deve ser apresentado no aeroporto e que permite o seu embarque sem o passaporte.
Alguns documentos a mais podem ajudar na hora de solicitar um novo passaporte.
Por exemplo, se você tiver a cópia do passaporte que perdeu, leve ao Consulado com o restante da documentação obrigatória.
Lembre de fazer esta cópia e grampear na agenda.
As páginas 1 (a que tem o número do passaporte), 2 (a que tem os seus dados) e 3 (a que tem a sua foto) são fundamentais para que o Consulado coloque no seu passaporte novo os dados daquele que foi extraviado.
Ele deve levar os documentos que tiver, peça para alguém no Brasil tirar uma cópia autenticada documentação e mandar direto para o fax do Consulado. Na falta dos originais, eles podem aceitar a cópia autenticada.
Se ele tiver o registro da polícia deve levar também.
O Consulado sempre pede um documento original que tenha foto para poder se certificar que você é do próprio.

Fotos

As três fotos para um novo passaporte deverão ser em preto e branco ou em cores, tamanho de 5 x 7 cm (2 x 3 polegadas), iguais, de frente, com fundo claro e com data na frente, com menos de seis meses. Não são aceitas fotos feitas por computador.


Extravio de bagagem


A melhor proteção, é pagar por um seguro viagem que inclua cobertura para roubo de bagagem.
Mas, consulte o seguro que ele tem direito, se adquiriu sua passagem por cartão de credito.
Em geral, a indenização vai de 1 mil a 4 mil dólares por volume.
Além disso, deve evitar as malas da moda e é bom dividir as roupas em dois volumes.
Se um deles for perdido, restará o outro.
O jeito é procurar a empresa aérea, preencher o registro de irregularidade de bagagem (RIB), descrever o itinerário nas próximas 72 horas e solicitar a ajuda para compra de roupas (de US$ 50 a US$ 200).
Se a companhia encontrar a bagagem nesse período, terá a obrigação de fazê-la chegar em mãos. Mas apenas depois de um mês de sumiço você terá direito a indenização.
Paga-se pouco, se você não houver feito o seguro.
Nos voos internacionais, são 20 dólares por quilo e um máximo fixado em 400 dólares.
Também é possível recorrer ao Procon, que defende uma reparação "real" dos danos.
Exemplo: se ele foi obrigado a comprar roupas de frio, deverá ser ressarcido.

Perda da passagem aérea

Em caso de perda do bilhete, o passageiro deverá dirigir-se à empresa que o emitiu e solicitar a segunda via.
No ato, o passageiro deverá assinar um termo de responsabilidade comprometendo-se a ressarcir a empresa aérea se o bilhete perdido for utilizado.
Em caso de bilhete danificado, a empresa aérea o substituirá por outro.

Falta de embarque por overbooking

Para garantir uma poltrona, o segredo é confirmar a reserva.
Seu filho deve três dias antes do embarque, telefonar para a companhia aérea.
O telefone deve estar grifado na agenda.
Ele deve chegar sempre ao aeroporto mais cedo, com pelo menos, três horas Se ainda assim der overbooking, a companhia aérea logo oferecerá uma série de facilidades, na verdade, quase todas uma obrigação da empresa.
Algumas facilidades são tentadoras, e as vezes vale a pena aceitá-las.
Se seu filho for do tipo despachado e não tiver compromissos o esperando, a importância oferecida pode ser considerada.

Bloqueio na imigração


Isso pode acontecer com qualquer um que, aos olhos dos agentes aduaneiros, pareça um imigrante em potencial.
Resta a seu filho convencê-los do contrário, mostrando a passagem aérea com a volta marcada e todos os documentos e recibos relativos à viagem.
Se não der certo, oriente-o a ligar para o consulado.
Reze.

Roubo ou perda

Para diminuir a chance de ser roubado, oriente seu filho a ser discreto e guardar o dinheiro em pochete sob a roupa. Se, mesmo com todas esses cuidados, foi inevitável o assalto, ele deve fazer o boletim de ocorrência na delegacia mais próxima e comunicar o furto ao consulado, cancelar cartões de crédito ou cheques de viagem.
Para isso é necessário que ele tenha na agenda tudo anotado, número de cartões e telefone internacional das operadoras dos cartões.

Emergências médicas

O colégio ou curso que ele está é apto para tomar as primeiras providencias, e muitas vezes nem é necessário recorrer ao seguro de saúde, pois eles tem sempre um centro médico, para situações médicas de pequeno porte.
O seguro que você fez ou tem direito, cobre ou reembolsa as despesas, que se fizerem necessárias.
Consulte seus direitos, imprima e grampeie na agenda, pois cada apólice tem características e coberturas diferenciadas.

Mais



DOCUMENTAÇÃO


Para tirar passaporte no Brasil, o interessado deve procurar uma unidade ou um posto de atendimento da Polícia Federal.

Somente brasileiros, natos ou naturalizados, têm direito ao passaporte. Você pode fazer sozinho ou contratar um despachante.

É preciso preencher um formulário de requerimento, vendido em papelarias, e pagar a GRU-Funapol (Guia de Recolhimento da União), taxa de R$ 156,07, para os novos passaportes, e R$ 89,71, nas unidades da polícia federal onde ainda estão sendo emitidos os modelos antigos ou comuns. Os valores são de março de 2006. O preenchimento da guia deve ser feito somente por meio da Internet, na Polícia Federal já que após o preenchimento é gerado um código de barras. As fotos, no tamanho 5x7, devem ser recentes, com até seis meses de validade.

Novo passaporte

O documento, com foto e assinatura digitais, custa R$ 156,07, ante os R$ 89,71 pagos para a versão antiga. A previsão era que até abril de 2007 todos os Estados passassem a emitir o novo passaporte. A nova versão do passaporte só está sendo emitida em Anápolis (GO), Goiânia (GO), Manaus (AM) e Brasília (DF). A validade é a mesma da atual - cinco anos. Os passaportes em dia valem até o prazo de expiração.

O documento ganhou 16 novos mecanismos de segurança, entre eles código de barras bidimensional, fundo com impressão invisível e microletras e um modo de costura que impede o seu desmonte.
Não é mais possível confeccionar o passaporte pelos Correios.
Confira a documentação necessária para tirar passaporte:

· Carteira de identidade ou, na falta desta, certidão de nascimento ou casamento.

· Certidão de Casamento juntamente com a Cédula de Identidade, para mulheres com estado civil diferente de solteira e que não conste na Cédula de Identidade.

· Título de Eleitor e comprovante de que votou na última eleição; na falta dos comprovantes (o requerimento de justificativa eleitoral não vale como documento comprobatório), o interessado deverá obter uma declaração da Justiça Eleitoral de estar quite com as obrigações eleitorais, emitido nos cartórios eleitorais.
· Certificado de Reservista, para os requerentes do sexo masculino com idade entre 18 e 45 anos, ou declaração da Junta Militar de que está quite com esta; para os brasileiros naturalizados a quitação militar é exigida a qualquer idade, após a aquisição da naturalização.

· Certificado de Naturalização, para os naturalizados.

· Duas fotografias tamanho 5 x 7 cm, datadas (dia, mês e ano, sendo o ano com quatro dígitos) de no máximo há seis meses, fundo branco, de frente, e que identifiquem plenamente o requerente.

· Formulário de requerimento de Passaporte modelo 219, à venda em papelarias, preenchido à máquina ou em letra de forma legível, com caneta esferográfica azul ou preta.

· Comprovante de pagamento da guia GRU-Funapol (Guia de Recolhimento da União), no valor de R$ 156,07 (novo passaporte) e R$ 89,71 (antigo), em duas vias, com apresentação do CPF do requerente, código da receita e da unidade arrecadadora. A GRU poderá ser paga em qualquer instituição bancária, casas lotéricas, agências dos Correios e correspondentes bancários obedecendo aos critérios estabelecidos para recebimento por esses correspondentes.

· Passaporte anterior, quando houver (válido ou não). Se o passaporte anterior não for apresentado, a taxa é cobrada em dobro.

Outras informações

· O passaporte só poderá ser requerido e retirado pelo próprio interessado.

· Ao solicitar um passaporte em um posto de atendimento fora da unidade da Polícia Federal da cidade, o tempo de espera, geralmente, é maior, podendo atingir até 15 dias para a retirada do documento. Diretamente na unidade da PF, o prazo cai para cinco dias.

· Os passaportes requeridos e não retirados no prazo de 90 dias serão cancelados.

· O brasileiro que tiver seu passaporte válido inutilizado por qualquer repartição consular ou de imigração estrangeiras, no Brasil ou no exterior (por negativa de visto ou deportação), não está impedido de requerer um novo passaporte.
Basta apresentar o passaporte válido ou não, para cancelamento. Com este gesto o usuário evitará o pagamento da taxa em dobro e a simulação de extravio do passaporte, pois esta acarreta providências inúteis do DPF visando a recuperação do documento.

· Carteiras Funcionais das Entidades de Classe, válidas em todo o Território Nacional, só serão aceitas para emissão de Passaporte, se contiverem o número da Carteira de Identidade Civil (RG), com data de emissão e orgão expedidor. Além da foto e nome completo do titular, deve constar filiação, data e localidade de nascimento, dados estes que devem ser preenchidos no formulário de requerimento de passaporte (obrigatório).

· A Igualdade de Direitos concedida a portugueses não é suficiente para obtenção de Passaporte, sendo necessária a naturalização.

Passaporte e viagem para crianças

· Menores de 18 anos devem ter autorização dos pais ou representantes legais, específica para passaporte, no requerimento (campo 33), com os respectivos números de cédulas de identidade, órgãos expedidores e assinatura dos pais;

· Se, ao requerer o passaporte para o menor, um dos pais estiver ausente do domicílio ou não puder acompanhar o filho, ele deverá preencher uma autorização específica conforme modelo fornecido pela PF, reconhecer firma, por autenticidade, e juntar ao requerimento de passaporte com uma cópia autenticada da respectiva carteira de identidade;

· Se ambos os pais estiverem ausentes do domicílio, eles deverão designar, por procuração particular com firmas reconhecidas, por autenticidade, um parente do menor em primeiro grau e com poderes para acompanhá-lo e representá-lo perante o órgão expedidor, assinar o requerimento e o recibo de passaporte.
Essa procuração supre a autorização dos pais para obter o passaporte, mas não supre a autorização para viajar desacompanhado, a qual tem de ser específica e com validade máxima de seis meses;

· A autorização de viagem não pode ter prazo de validade superior ao fixado nas autorizações expedidas pelo Juiz da Infância e da Juventude do local de domicílio dos pais ou responsáveis;

· Se o menor viajar para o exterior desacompanhado de um ou de ambos os pais, eles deverão preencher e assinar uma autorização de viagem com firma reconhecida em cartório por autenticidade ou semelhança;

· Se a pessoa que requer o passaporte para o menor possui um Termo Judicial de Guarda, Tutela ou Curatela, definitivos do mesmo, basta apresentar cópia autenticada do documento para tirar o passaporte ou para viajar. Neste caso, não é necessária autorização judicial, nem dos pais biológicos;

· A falta de autorização de um ou de ambos os pais ou do representante legal será suprida pelo Juiz da Infância e da Juventude;

· No recebimento de passaporte do menor, é obrigatória a sua presença com um dos pais ou o representante legal;

· Em caso de óbito de um dos pais, apresentar a Certidão de Óbito original. Será consignado no passaporte a condição do genitor falecido para dispensar autorizações futuras em seu nome;
· Para o pagamento da taxa do passaporte do menor, deverá ser utilizado o CPF de um dos pais ou do representante legal.

Vôos internacionais

Os passageiros menores de 18 anos que estiverem desacompanhados devem apresentar autorização judicial.
Se o passageiro estiver acompanhado apenas de um dos pais, a autorização judicial é dispensável, porém, é necessário apresentar a autorização assinada pelo outro pai.
De acordo com informações do Sindicato Nacional das Empresas Aéreas (Snea), ainda em viagens internacionais, menores de 18 anos podem viajar com autorização dos pais anotada pelo Departamento de Polícia Federal no próprio passaporte.
A anotação pode ser obtida no ato de requisição do passaporte (ou após a requisição).
Além da documentação de viagem descrita no item Passaporte o responsável deverá informar, no ato da reserva, a idade do menor desacompanhado para que ele receba um código de identificação de acordo com a idade, se até 12 anos incompletos, ou entre 12 e 18 anos incompletos.
Para crianças até 12 anos com passagem para vôos domésticos e internacionais, é obrigatório preencher o formulário Pass-18.
O preenchimento deste documento também é obrigatório aos menores de 12 a 18 anos incompletos em vôos internacionais, mas é facultativo em viagens domésticas.
O preenchimento será feito no aeroporto pelo funcionário responsável pelo atendimento do menor.
Neste momento, será preciso informar telefone/nome/endereço da pessoa que receberá o menor na chegada.
Os responsáveis também deverão informar sobre possíveis alergias, medicamentos levados pelo menor, ou que deverão ser administrados durante o vôo, necessidade de alimentação especial, ou restrição alimentar, se houver.
Os pais ou responsáveis devem informar sempre à companhia aérea sobre a condição de viagem específica do menor (desacompanhado, idade etc.), para verificar os procedimentos, que podem variar conforme a companhia aérea e a legislação de cada país.

NÃO É NECESSÁRIO AUTORIZAÇÃO DO JUIZADO SE A CRIANÇA OU ADOLESCENTE:
· · Viajar acompanhado de ambos os pais;
· · Viajar acompanhado de apenas um dos pais, autorizado pelo outro, através de documento com firma reconhecida;
· · Não é necessário autorização para viagem internacional, quando o adolescente tiver 18 (dezoito) anos completos.


É NECESSÁRIA A AUTORIZAÇÃO DO JUIZADO QUANDO: VIAJAR DESACOMPANHADO OU VIAJAR ACOMPANHADO COM PESSOA MAIOR (NÃO SENDO O PAI OU A MÃE).
Documentos a serem apresentados:
· · Carteira de Identidade (original e xerox) dos pais;
· · Carteira de Identidade (original e xerox) da criança ou do adolescente;
· · Passaporte do passageiro (original e xerox das fls. 01, 02 e 03);
· · Comprovante de residência em nome de um dos genitores (xerox);
· · Se um dos genitores for falecido, trazer Certidão de Óbito (original e xerox);
· · Se guardião ou tutor, trazer Termo de Guarda ou Tutela (original e xerox);
· · Se apenas um dos genitores comparecer em Juízo, trazer autorização do ausente, por escrito e com firma reconhecida

Declaração da Bagagem Acompanhada
Ao chegar ao Brasil, o viajante terá que apresentar a Declaração de Bagagem Acompanhada (DBA), um documento que deverá ser preenchido individualmente. A ficha poderá ser distribuída pela transportadora, pela agência de viagem ou obtido na Alfândega. Não é preciso incluir nesta declaração os bens adquiridos em free shop do local onde a bagagem será inspecionada pela Alfândega.

Bens a Declarar:* Bens adquiridos no exterior cujo valor total exceda a cota de isenção, para fins de cálculo do imposto devido.* Itens que não sejam considerados como bagagem para os quais se aplicam normas próprias para a liberação.* Valores, em espécie ou em cheques de viagem, em montante superior a R$ 10 mil ou o equivalente em outra moeda, para preenchimento do formulário próprio.* Animais, plantas, sementes, alimentos, medicamentos, armas e munições, que serão retidos e somente liberados após consulta ao órgão competente.* Bens que devam permanecer temporariamente no Brasil, cujo valor unitário seja superior a R$ 3 mil ou o equivalente em outra moeda, no caso de estrangeiro.* Bens, cuja entrada regular no Brasil o viajante deseje comprovar.*É exigida a comprovação de entrada regular, no Brasil, de telefone celular estrangeiro para fins de habilitação para uso. Mesmo que o aparelho esteja incluído na cota de isenção, a identificação do equipamento deve constar da declaração e ser conferida pela fiscalização. MultaSerá aplicada multa de 50% sobre o valor excedente à cota de isenção dos bens quando o viajante apresentar DBA falsa ou inexata. A opção "Nada a declarar" quando o viajante estiver portando bens sujeitos à tributação, equivalerá à apresentação de DBA falsa, para fins de aplicação da multa.

AGILIDADE

Neste momento você já decidiu tudo, agência, país, curso e passagem aérea.
É hora então de começar a ver os documentos.

Se seu filho ainda não tem um passaporte providencie o mais rápido possível, dependendo da época pode demorar muito.

De posse do passaporte, providencie o visto, se for necessário.
Procure saber na agência se o País escolhido exige o visto e quais são os documentos que você deve providenciar.

O visto de estudante nos Estados Unidos é demorado e complicado, seja ágil, para evitar transtornos ou impedimentos de última hora.

Vacinas se preciso, também devem ser aplicadas com antecedência.
Aconselho uma vacina de pneumonia e uma de gripe se a viagem for no inverno.
Uma de DST também, nunca se sabe...

Você não vai ficar segura se seu filho viajar febril, com reação de vacina.
Tente eliminar todas as possibilidades de stress.

PASSEIOS

Meu filho em Praga, aproveitando um fim de semana livre.

Você pode programar e organizar os fins de semana livres do seu filho na Europa ou Estados Unidos.
Em alguns cursos existe esta opção, que nem sempre coincidem com o que você quer.
Se ele já é um jovem maduro e responsável, porque não aproveitar os fins de semana livres do curso e conhecer mais algumas cidades e países.
Principalmente se tiver parentes ou amigos nestes lugares.

Os albergues podem ser reservados com antecedência e são uma opção econômica, segura e moderna.
Depois de examinar o mapa do país onde seu filho vai fazer o curso, escolham juntos cidades ou países que ele tenha interesse em conhecer.

Se ele optar por cidades muito próximas, vocês podem avaliar a possibilidade de fazer o passeio de ônibus, ou trem.
Eles são muito confortáveis seguros e baratos.
Caso as distâncias sejam maiores é aconselhável ir de avião.

Existem inúmeras companhias Low cost, um conceito que ainda não existe no Brasil, o similar seria a Gol, mas os preços aqui ainda são muito altos comparados com essas cias.
Estas aéreas privilegiam preço, e em seus vôos não existe serviço de bordo, as poltronas não reclinam e você paga se tiver que despachar bagagem.
Porém os aviões são seguros, limpos e modernos.

Utilizam aeroportos secundários, mas existem traslados para o centro a partir desses aeroportos.
Muitas vezes o preço do transfer e igual ou maior que a passagem de avião, contudo, ainda é muito barato.
Confira a seguir nos sites destas cias.

Ryanair
Easyjet

Trens na Europa
Renfe
Eurail
Ete
Eurostar

Trem nos Estados Unidos

Amtrak

Ônibus intermunicipais Europa e Usa

Eurolines
Greyhound
Hoverspeed

ECONOMIA


Este é um capítulo muito importante numa viagem.
Principalmente se tratando de jovens, pela primeira vez de posse de vultosas quantias de dinheiro e cartões de crédito.

É necessário que eles sejam muito bem orientados a respeito do uso do dinheiro e sobretudo dos cartões de crédito.

Nos Camps como eles ainda não tem idade, o dinheiro, que nunca deve ser exagerado, fica num cofre no colégio, junto com passagem e passaporte.
A medida que vai havendo necessidade eles vão sendo supridos, pela coordenação.

Já no cursos de idiomas, a liberdade com o dinheiro é total.
Ou seja, seu filho faz o que bem entende com ele.

É aí que mora o perigo.
Não deixe de alertar para o uso responsável, para não ter surpresas desagradáveis na hora da chegada da fatura do cartão.

Eu costumo fazer o seguinte:
Ele leva uma parte em dinheiro para despesas pequenas, e eu dou um limite para ele gastar com cartão de crédito.
E sempre digo que se ele ultrapassar o estabelecido o cartão é bloqueado.
Ele fica na maior preocupação.

Aliás é necessário que as operadoras do cartão sejam avisadas que o portador é seu filho em viagem, e do tempo que ele vai usar o cartão fora do pais.
Você deve fornecer as informações antes do uso.

Existe também a possibilidade do uso de cheques de viagem, é mais seguro mas a maioria deles não gosta de usar.

Procure dar a seu filho bastante dinheiro miúdo para que ele não tenha problemas com notas falsas, imagine o problema que isso pode causar.

Instrua-o para andar com pequeno volume na bolsinha da cintura apenas para as despesas do dia e guarde o restante na mala trancada, como já foi explicado em post anterior.
Compras ou despesas maiores em restaurantes, cartão.

É importante que no final do dia , ele faça um levantamento dos seus gastos, conferindo as boletas que ele recebeu e que deve ser orientado a guardar.
As boletas de cada dia, devem ser guardadas e grampeadas nas páginas da agenda para ele ir fazendo o controle, dia a dia.

Ele deve ter muito cuidado com o cartão para não perdê-lo ou danificá-lo, mas se isso acontecer ele tem como resolver, é só você colocar o número de emergência dos cartões na agenda grifando com pilot.

Peça-lhe a para se isso acontecer avisar imediatamente a administradora do cartão.
Se achar mais seguro peça a segunda via por aqui mesmo.

Eu costumo comprar nessas lojinhas de artigos chineses, um porta cartão de metal, para protegê-lo e funciona muito bem.

Caso haja necessidade de um suprimento maior de dinheiro ele pode retirar nas máquinas dos cartões.

Procure saber onde estão localizadas na cidade onde ele vai e coloque o endereço da mais próxima na agenda.
Boa sorte...

MALA, O RETORNO

Se o seu pimpolho for do tipo desligado, ou daquele tipo que deixa tudo pra fazer na última hora, tente fazer com que ele tenha um mínimo de organização para não deixar pra trás aquela camiseta linda que ele comprou na Diesel por uma nota, ou as cuecas Calvin Klein que ele exibe o elástico quando usa seus jeans de cós baixo.
A primeira vez que meu filho foi para um Summer Camp, juntou roupa com necessaire e shampoo mal fechado...
Não sobrou nem o certificado do curso.
Tive que pedir segunda via.

Normalmente a necessaire, vai na bagagem de mão, mas atualmente em todos os voos inclusive os do Brasil, não é mais permitido, por questões de segurança.
Minha sugestão para evitar acidentes, é comprar quando chegar ao destino, itens que possam causar algum dano nas roupas, e abandoná-los ou fazer uma doação ao seu roommate, na hora da arrumação da bagagem de volta.

Ele deve lembrar da lista que está na agenda, e ir conferindo tudo que for colocando na mala.
Com a tesourinha,deve cortar todas as etiquetas das roupas novas compradas, assim como todas aquelas etiquetas do voo de ida da suas malas.
Dobrando cuidadosamente as roupas novas e intercalando com as que levou do Brasil.
Jeans e peças mais pesadas por baixo, camisas e camisetas por cima, nos vãos, meias e cuecas.
Sapatos e tênis ensacados seria a perfeição, mas desista eles não fazem.
Eu sempre tento.
Melhor sugerir colocar naquela parte de cima da mala separada das roupas.
A roupa suja num saco plástico. Se der junto com os sapatos, ótimo.

Se ele tiver exagerado nas compras, o ideal é vestir a mais pesada, assim como o tênis e vir com o mais pesado casaco nas mãos.
A não ser que você não se importe com as taxas de excesso de bagagem.

Claro que tudo isso deve ser feito com antecedência, na véspera pelo menos.
Ele tem que arranjar um tempo.

Nada de importante, tipo o Ipod, o laptop, ou a maquina digital deve ser despachado.
Elas devem estar na mochila, junto daquele arquivinho contendo passagem, passaporte, e a documentação da imigração.
Pode acreditar que depois de todo o nosso esforço, alguma coisa vai ficar por lá.
Torça para serem apenas cuecas e meias.

MALA



Arrume a mala de seu filho com opções intercambiáveis
Mesmo no inverno inclua bermudas, pois, por conta do aquecimento, ás vezes faz calor nas salas de aula.
Inclua sempre roupas fáceis de lavar e que não precisem passar.
Hoje são muitas assim, os chamados tecidos inteligentes.
Eles vão agradecer...
A mala deve ser identificada por dentro e por fora, com os endereços
do Brasil e do lugar onde seu filho ficará na viagem.
Devem ser retirados todos os adesivos de viagens anteriores.
Se a mala for do tipo padrão, tente identificá-la com algum enfeite
que possa distingui-la das demais, na esteira.


Meninos
Inverno
2 calças jeans
2 calças de veludo ou lã
1 calça tipo esportiva forrada de moletom
12 camisetas variadas de mangas curtas e longas
2 bermudas de microfibra
4 sueteres de malha
2 agasalhos de moletom de fecho éclair na frente
1 bom agasalho de nylon forrado de moletom
6 cuecas
6 meias de tênis
2 meias de lã
1 conjunto térmico
1 guarda chuva
2 cintos
2 gorros
1 cachecol
1 par de luvas
1 tênis
1 par de havaianas
1 pijama

Verão
2 jeans
6 bermudas
1 calça esportiva
1 calça social tipo caqui
1 sunga de banho
12 camisetas
1 camisa mais social
6 cuecas
6 meias de tênis
1 par de havaianas
1 birken
1 tênis
1 guarda chuva
1 boné
1 pijama



Meninas
Inverno

2 calças jeans
1 calça esportiva forrada de moletom
12 blusas variadas
4 suéteres de malha
2 agasalhos de moleton de fecho eclair na frente
1 bom agasalho de nylon forrado de moletom
6 calcinhas
2 soutiens
1 meia calça mais grossa
6 meias de tênis
1 conjunto térmico
1 guarda chuva
2 cintos
2 gorros
1 cachecol
1 par de luvas
1 tênis
1 par de havaianas
1 pijama

Verão

2 jeans
1 saia jeans
1 saia social
1 vestido social
2 shorts
3 bikinis
12 tops ou camisetas
6 calcinhas
2 soutiens
2 rasteirinhas ou
1 rasteirinha e 1 birken
1 tênis
1 sandália social
1 par de havaianas
1 guarda chuva
1 boné
1 camisola

Bijoux variadas


Lembre-se que ele está solto e com dinheiro no bolso e vai voltar com certeza carregado de roupas novas , portanto não exagere.
Caso ele viaje no inverno e não tenha um conjunto de roupa térmica composto por camiseta e ceroula, mande-o comprar em alguma loja de departamentos quando chegar lá, no Brasil é muito caro.
As palmilhas de pelo nem valem a pena, joguei dinheiro fora, os tênis ficam apertadíssimos

Necessaire

Básico para ambos os sexos

1 shampoo 2 em 1 (economiza espaço)
(condicionador e shampoo)
1 desodorante
1 sabonete na saboneteira
1 pasta dental
1 escova cabelos
1 escova de dentes
1 fio dental
1 antisséptico bucal
1 perfume

Meninos

1 espuma de barbear
1 cartela de gilettes
filtro solar
protetor labial
preservativos
tesourinha

Meninas

1 pacote de absorventes
creme de limpeza
tônico adstringente
hidratante
filtro solar
protetor labial
lixa de unhas
tesourinha
removedor de esmaltes
esmalte incolor
alicate de cutículas
depilador ou creme depilatório
preservativos
maquiagem básica

Quando estamos em viagem devemos levar os nossos remédios habituais
Menores de idade fazendo Summer Camp devem informar ao agente
os problemas crônicos como alergias, rinites etc...

bolsinha de remédios

Básico

analgésicos
antitérmicos
antiácidos efervecentes
remedios para enjoo
remédio para constipação
termômetro
band-aids

Lembrando que a necessaire e os remédios não podem ir na bagagem de mão por motivo de segurança nos voos

AEROPORTO



O embarque

É difícil para uma mãe embarcar um filho sozinho para o exterior, sem a Varig então é mais complicado ainda.

Você deve comprar um pequeno arquivo plástico (foto) onde devem ser guardados os documentos da imigração, as cartas de apresentação da Escola, o documento do Certificado Schengen ou do Seguro de Viagem.

Mas,vamos lá.
Se ele for menor de 17 anos o embarque acompanhado por aeromoças ainda é permitido.
O grande problema é que eles acham o maior mico andar com aquele identificador de menores pendurado no pescoço.

Porém é necessário, e exigido.
Quando meu filho tinha 15 anos foi fazer um Summer Camp em Madri o avião teve qualquer problema e ele teve que pernoitar em São Paulo.
Mal cheguei em casa do aeroporto, toca o telefone e era ele me comunicando o fato.
Em seguida a Varig me telefonou..
Bons tempos...será que voltam?


O desembarque

O aeroporto lá fora é que é o problema.
Quando eles são menores, dá para fazer o esquema com a companhia aérea desde que tenham sido previamente avisados.
O que vc pode fazer ao adquirir a passagem .
O responsável pelo curso leva o menino até o embarque e deixa na responsabilidade da aérea.
Sem preocupações.

Já com os jovem acima de 17 anos as aéreas não acompanham mais
Acho que nem eles querem.
Só nós...
Mas a minha dica é a seguinte:
Internet, site do aeroporto e vamos lá...
Todo aeroporto tem um mapa, procure neste mapa o balcão da cia que ele vai, veja no mapa e imprima, marque com pilot o local certo e cole na agenda da viagem.
Com pilot escreva para estar no aeroporto 3 horas antes.

Se vc for como eu, já reservou na cia aérea a poltrona previamente escolhida.
Agora relaxe e espere ele chegar com os braços aberto e o coração pulando de alegria.
Vc já fez tudo, agora é rezar pra dar tudo certo, afinal demos as asas...

TRANSFER

Transfer é o serviço de uma empresa especializada em traslado de aeroporto .
Você nunca viu no setor de desembarque dos aeroportos umas pessoas com nomes nas tabuletas?
É isso.
Ás vezes é bem caro, nem sempre vale á pena.
Claro que é confortável ter alguém pra te buscar e levar para a universidade,
mas os dólares ou euros que se pode economizar são significativos.

Se seu filho for do tipo despachado, e já fala um inglês razoável, é com ele mesmo, senão peça ao agente para incluir no seu pacote.

Para os despachados: Mais uma vez vamos recorrer ao site do aeroporto.
Verifique as opções em ônibus e trem, geralmente tem os preços, e o local onde adquirir as passagens.

Vá ao mapa do aeroporto e veja locais de embarque.
Imprima e cole na agenda, marcando os locais de compra de bilhete e marque com pilot
Não tem erro.

Mas por favor...
Existem países, principalmente na Europa que não tem um controle ostensivo dos bilhetes,o que não significa usar sem pagar.
A falta de controle ostensivo só mostra que o país tem gente honesta e o abuso pode custar muito caro.

Se por acaso seu filho recebeu essa dica de alguém, instrua-o para não fazer,
Aliás faz parte dos dez mandamentos da segurança, da agenda.

PASSAGENS AÉREAS


Atualmente a maior preocupação de quem viaja é com a passagem aérea.
Como geralmente os jovens viajam na temporada de férias, a procura pelas passagens aumenta muito nesta época, principalmente em Julho pois é verão lá fora, e é quando eles tem as férias grandes.
É a grande temporada!
O que significam passagens mais caras.

Mas não temos muita opção, ou escolhemos mandar nossos filhotes no inverno, Janeiro e Fevereiro, ou pagamos mais caro pelas passagens em alta temporada.
A minha sugestão é que a passagem seja comprada com no mínimo 4 meses de antecedência, o ideal mesmo é com 6.

Se vai viajar com milhas, pense num prazo maior.
Está complicado sair do Brasil...
Pode acreditar que a antecedência compensa em preço e despreocupação.

Existe a opção de comprar pela agência de intercâmbio, mas eu sempre fiz tudo sozinha.
Uso a agência o mínimo possível.
Gosto de ter o controle .
Mas para quem não tem esse temperamento, sugiro que deixe por conta da agência.

Você já deve neste momento ter escolhido o país e o curso, e consequentemente já sabe as datas de início e fim.
Se o agente ainda não recebeu a programação do curso, peça para ele enviar um email pedindo o calendário.
Se ele demorar veja no site o nome do coordenador do curso ( sempre tem) e seu respectivo email, e mande você mesmo, eles são organizados e mais ágeis do que as agências intercâmbio

É hora então de pesquisar nas aéreas os melhores preços e formas de pagamento.

O blog Aquela Passagem! pode ajudar muito.
A compra de passagens online é possível em muitas companhias, e com um preço mais em conta, além de você nem precisar se deslocar da sua cadeira.

O bilhete é eletrônico, e você só imprime o email que eles te enviarem , com os números de voo e horários.
Lembre-se que se o curso começa por exemplo no dia 15, o jovem tem que fazer o no dia 14, cheque as datas com o agente, dizendo que recebeu a informação diretamente do coordenador do curso, e fez a reserva para um dia antes, e para o dia do término na volta.
Um conselho de amiga.

Todas essas informações devem ser por email, e você deve fazer uma pasta no seu arquivo.
É dos momentos mais importantes do processo.
Seu filho não deve chegar antes, nem depois.

Muita atenção! Nunca aceite conexões com menos de uma hora de intervalo entre desembarque e embarque.

O ideal são conexões com pelo menos duas ou três horas de diferença. A companhia aérea que emitiu o bilhete deve garantir a chegada do seu filho ao destino final, mesmo que ele embarque e desembarque em dois ou três aviões para chegar até lá.

Os deveres da companhia aérea enquanto ele estiver aguardando em terra até embarcar em outro vôo, são: bancar refeições, acomodações e todos os confortos para minimizar o transtorno.

Procure no site da aérea que você escolheu, o equipamento (tipo do avião) que seu filho vai voar.
De posse desta informação, entre no site Seat Guru e escolha o assento que você achar mais interessante, os melhores tem marcações verdes.

Saiba que ao comprar passagem com cartão de crédito, dependendo do status, você terá direito a uma série de benefícios, inclusive seguro de saúde e de viajante.

HOSPEDAGEM


Dormitórios no Campus

Esta é sem dúvida uma excelente opção.
A partir de 18 anos é possível a hospedagem nos Campus universitários.
Eles são seguros, porém é preciso que você tenha confiança em seu filho,
pois não existe controle, eles são completamente independentes e livres
para sair e chegar.
Eu pessoalmente prefiro este tipo de hospedagem.


Casa de família


Existe também a opção de se hospedar em casas de família.
Alguns jovens se beneficiam muito por essa escolha, outros nem tanto.
Acho que é uma questão de sorte.
Se você pesquisar bem e tiver a certeza que seu filho vai para uma família com bons hábitos, que ele será bem recebido e tratado, e que não tenha que fazer serviços para pagar sua estadia.
Vá em frente.
Mas procure saber tudo sobre a família... não são poucas as historias que conheço.
Exija do agente todas as informações possíveis, inclusive peça a ele referências de alunos brasileiros hospedados anteriormente com essa família e faça contato.


Apartamento fora do Campus

São residências estudantis que têm as mesmas características que as residências próprias da universidade.
A única diferença é que elas são financiadas e dirigidas por órgãos privados e situam-se fora do Campus.
Caso seja esta a escolha procure próximo a universidade.
Como esses são mais procurados é necessário uma certa antecedência.

SUMMER CAMPS


Por duas vezes enviei meu filho para um Summer Camp e posso afirmar que esta é sem dúvida a melhor escolha para adolescentes e para as mamãe que estão enviando seus filhotes pela primeira vez para o exterior.

Ele vai se divertir muito, aprender a conviver com jovens de várias nacionalidades, aprimorar o seu conhecimento de idiomas, e você vai ficar tranquila e feliz por estar proporcionando a seu filho uma extraordinária experiência para seu desenvolvimento.

Existem regras específicas para cada lugar.
E em alguns Campus existe a possibilidade dele sair sozinho mediante autorização por escrito dos responsáveis.
Fora isso só saem acompanhados.
Eu nunca dei esta autorização, mas a decisão é sua.

Eles são recebidos por pessoal especializado do curso, que faz plantão no aeroporto aguardando os diversos voos que vem trazendo os garotos de várias partes do mundo.
Estas pessoas são uniformizadas e estão identificadas com crachá.
O procedimento e o mesmo no traslado da volta.

Estando todos reunidos são acomodados em Ônibus ou Van e encaminhados para o colégio.
Lá eles serão conduzidos para as suas acomodações.
Geralmente são dois jovens por quarto, e a não ser que você exija, são de nacionalidades bem diferentes.
O que é extremamente benéfico.

Se você escolheu um Campus na Europa saiba que seu filho dividirá o banheiro com outros jovens, ao contrario dos Estados Unidos onde geralmente cada quarto tem seu banheiro.

Eu sempre procurei lugares com pouca presença de brasileiros, pois na minha opinião um ambiente multicultural onde haja grande troca de informações enriquece e valoriza muito esta experiência.
Mas existem jovens que precisam do apoio de alguém que fale seu idioma.
Analisem bem e escolham um lugar adequado ao perfil de seu filho.

A alimentação é a internacional de jovens, ou seja: macarrão, frango, batatas fritas, pizzas.
Eventualmente uma experimentação da culinária do lugar.
Mas devido a diversidade de culturas eles sempre optam por esse tipo de menu que afinal agrada a todas as nacionalidades.
Você pode pedir ao agente, ou ver no site do Campus, o menu que eles oferecem.
Refrigerantes são possíveis nas máquinas ou em cantinas, e são pagos á parte.

Aliás uma informação importante diz respeito a dinheiro.

Quanto devo dar a meu filho?
Isso vai depender do que ele está acostumado.
Existem meninos que já saem consumindo no Duty Free do Brasil.
No geral os gastos são pequenos, mas procure saber com o agente, sobre este aspecto.
Cada lugar tem características diferentes.
Mandei meu filho para um Camp da Alemanha com 300 euros e ele trouxe quase tudo de volta.
A programação era toda de museus e passeios ecológicos.

Repeti o valor na Espanha e ele ficou furioso porque faltou dinheiro e a programação foi toda de parques temáticos e danceterias, e os valores foram insuficientes.

Os Camps tem jovens monitores contratados com a finalidade de ocupar o tempo livre com recreação cultural e esportiva.
Eles fazem competições, teatro, jornal, tênis, futebol, natação, aula de culinária, enfim ocupam seu tempo de forma saudável e divertida.

Os passeios são sempre acompanhados e é um momento que eles esperam com ansiedade.
Dependendo do lugar escolhido, se é próximo a cidades importantes ou grandes capitais a programação é de museus e pontos turísticos famosos.Senão os passeios são ecológicos pelas imediações, mas nem por isso menos interessantes e prazerosos.
O agente pode previamente lhe fornecer a programação das excursões.

No dia seguinte da chegada é realizado um teste de nivelamento.
Seu filho vai para uma classe adequada a seus conhecimentos do idioma.
As aulas são interessantes e interativas, ele vai aprender muito.
Incentive-o a conversar na língua local, com algum menino que tenha o mesmo objetivo, e ficar distante dos brasileiros do grupo.

Curiosamente, quando você manda seu filho para um pais onde a língua não é o inglês, é que ele volta com um inglês afiadíssimo.
Isto porque os jovens comunicam-se entre eles em inglês o tempo todo, pois como cada um tem um nível, fica difícil a comunicação no idioma do curso.
Eles aprendem mesmo é nas aulas e no dialogo com os funcionários.
Observe que enviando seu filho para um Campus de língua não inglesa, você e ele acabam lucrando mais.
As duas vezes que meu filho fez Summer Camp aconteceu isso.
Ele nunca precisou de cursinho de inglês aqui no Brasil .O que ele aprendeu lá, mais o colégio, foram suficientes para o nível fundamental.
Um ótimo inglês.
Mais tarde evidentemente, ele aprimorou com cursos em Universidades.

Para facilitar o entrosamento dele, comprei uma porção de brindes e sourvenirs para ele distribuir entre amigos, funcionários e professores.
Pode acreditar que ajuda muito a quebrar o gelo inicial.As havaianas com o a bandeirinha do Brasil fazem o maior sucesso.

Se ele for do tipo comunicativo, vai voltar com a agenda lotada de emails de garotos do mundo inteiro.
Incentive-o a manter comunicação com os novos amigos pelo MSN ou mesmo através do correio eletrônico.
Claro que estas amizades um dia esfriam mas, enquanto durarem ,é uma ótima forma de prolongar os benefícios do curso.

CURSOS DE IDIOMAS


Aula de inglês no ELS, Charlotte NC

Encerramento do curso de alemão, Dresden

Existem inúmeras opções de cursos de idiomas no mercado.
Pesquise na internet sobre o que deseja e analise com cuidado as ofertas.
De acordo com o pais que você escolheu , as opções vão variar, entre muitas ofertas de cursos de inglês e razoáveis de espanhol francês e alemão.
Basicamente não existem diferenças significativas de um país para outro nestas informações, apenas o estilo de vida é que faz a diferença.
Os cursos porém devem ser escolhidos de acordo com interesse do jovem viajante.
Os listados abaixo são


Cursos preparatórios para exames

Para estudar em uma universidade estrangeira, é preciso comprovar o domínio do idioma falado neste país por meio dos testes de proficiência que concedem um certificado do nível de conhecimento da língua estrangeira.Os cursos oferecem cursos preparatórios para os exames. A seguir, os principais exames:



Alemão: ZMP (Zentrale Mittelstufenprüfung), exigido para ingresso em universidades alemãs.



Espanhol: DELE (Diploma de Espanõl como Lengua Extranjera), exigido para o ingresso na universidade da Espanha. Ele atesta três níveis de conhecimento o básico, intermediário e avançado, sendo que este último habilita a lecionar o idioma.



Francês: DELF (Diplome d’Études em Langue Française), exigido para o ingresso em universidades de língua francesa.



Inglês: Universidade de Cambridge, é reconhecido no mundo inteiro como prova da competência em inglês e aceito para ingresso em algumas universidades.



IELTS (International English Language Testing System), exigido para ingresso em universidades no Reino Unido, Irlanda, Austrália e Nova Zelândia.



TOEFL (Test of English as a Second Language), exigido para admissão em universidades e faculdades nos Estados Unidos e Canadá.



Nos cursos existem diferentes níveis e o aluno é testado para o nível adequado, no primeiro dia de aula
Em alguns cursos o material didático não está incluído, procure saber antes para não ter surpresas desagradáveis.