sexta-feira, 25 de abril de 2008

ESCOLHA

Claro que estudar em um curso de idiomas fora do Brasil é super enriquecedor.
Mas temos que levar em consideração uma série de questões importantes, ao escolher curso e cidade.
De nada adianta pagar um curso mais em conta, se você não tem nenhuma referência. Procure todas as informações possíveis, tanto na agência como na Internet e também com pessoas que já tiveram esta experiência.
Seja muito rigorosa.

Também é indispensável que a cidade seja adequada para a idade do seu filho.
Imagine um jovem de 17 / 18 anos solto 30 dias em Nova York.
É muita preocupação....
O ideal são as cidades até 500.000 habitantes, de preferência com bom clima e totalmente seguras em termos de fenômenos naturais.
Os cursos tem geralmente opções de 1 a 6 meses de duração, e as férias são o período ideal para fazer um curso de idiomas de 1 mês.
Eles podem ser combinados tipo:

Inglês e futebol
Inglês e esqui
Espanhol e história da arte
E várias outras.

Os jovens agora estão entusiasmados com a Austrália e a Nova Zelândia.
Realmente são lugares fantásticos, com natureza exuberante, muitos esportes radicais e povo alegre e cordial .

Mas para quem quer aprender inglês e não fazer turismo, uma temporada na Austrália ou na Nova Zelândia apresenta um probleminha: o sotaque, além da distância.
O inglês usado no mundo dos negócios é o falado na Inglaterra e nos Estados Unidos.
De qualquer forma, ainda é melhor falar com sotaque do que não falar.
Mas, tente negociar esta escolha.
Mostre que o investimento é alto e mantenha o foco nos estudos.
Ele terá todo o tempo do mundo para o turismo.
O importante neste momento é que ele desenvolva suas habilidades linguísticas para que ao entrar na Universidade este seja um obstáculo já vencido.

Alguns jovens perfeitamente aptos a participar deste tipo de programa, passam por momentos de insegurança.
Nesse caso, precisarão do incentivo dos pais para superar esses medos e entrar em contato com o desconhecido.Você saberá se é o caso de dar um empurrãozinho para ajudar seu filho a se decidir.
Essa experiência será extremamente positiva, apesar da insegurança que o novo provoca.
Os desafios serão encarados com tranquilidade e seu filho voltará mais solto, mais maduro e desenvolto.
E com certeza tão entusiasmado, que você já pode ir programando uma outra viagem

A escolha da cidade

Como sou apavorada, incluí cidades fora da rota de tufões, furacões, terremotos e etc...
A vidinha nesta cidades é uma delícia, e se os jovens são do Rio, São Paulo, ou outra das nossas cidades violentas e inseguras, vão estranhar e desfrutar da alegria de andar com tranqüilidade e sem sobressaltos.
Peça ao agente uma relação destas cidades onde existem bons cursos

A segurança

As universidades são sempre seguras e bem cuidadas.
Existem regras que devem ser seguidas para que não hajam problemas.
Na chegada o aluno deve receber as orientações da Coordenação do curso.
Se for um curso organizado, estas informações estarão numa pasta que deve conter o mapa do campus,o regulamento, os horários do refeitório, da biblioteca, da sala de informática, dos ônibus que circulam na área, e outras informações pertinentes.

A programação


Os cursos são geralmente ministrados na parte da manha até a hora do almoço, ficando o restante do dia livre.
A programaçao da garotada desta geração, é shopping !!!
Nos Estados Unidos é "O" programa, eles adoram, e realmente é um tour imperdível, em qualquer cidade americana os Shopping são sensacionais, tem todas as griffes ,e toda aquela fast food que eles adoram.
Mas existem muitas excursoes locais interessantes, com atrações variadas.

Na Europa, museus e castelos são programas imperdíveis.
Uma opção bem legal é andar de bike, que ele pode tentar arranjar emprestada com alguém na universidade ou descobrir como alugar uma.
Passeios ecológicos e descobertas de lugares fantásticos, são possíveis desta forma.

No quarto

Sempre orientei meu filho a manter suas coisas trancadas na mala, para evitar problemas.
O dinheiro sempre na cintura ou trancado na mala, assim como passaporte e passagem.
Ele não costuma usar o armário, deixa tudo na mala e tranca sempre, pois a pessoa que esta dividindo o quarto é desconhecida, e embora seja simpática pode ter hábitos diferentes...
Podem andar pela cidade de relógio, Ipod e celular. Mas, como seguro morreu de velho, o dinheiro é bom manter na bolsinha da cintura.

Roommate

Os companheiros de quartos chamados de roommates, são geralmente asiáticos ou árabes.
E existe a regra de que quando o aluno novo chega, deve submeter-se aos hábitos de quem já é o "chefe"do quarto.

Meu filho ficou com um coreano e só podia entrar descalço no quarto.
Na maioria das vezes eles tem laptop o que facilita muito a comunicação com a família, já que existem horários para o uso dos computadores e também filas.
Ficar descalço tem suas vantagens é a chamada política de boa vizinhança.

Como estes jovens ficam geralmente muito tempo nestes cursos, pois o aprendizado do inglês para eles é muito difícil, acabam comprando carro.
O que sem dúvida é ótimo, pois nestas cidades menores a condução tem horários.
Devemos alertar a nossos filhos sobre o cuidado de só andar no carro de quem dirige bem, e não bebe.

A convivência

O convívio com jovens de outros paises é uma enriquecedora experiência.
Ele deve ser estimulado a conversar e se interessar em ouvir sobre os outros países e a contar sobre o seu.
Sempre mando livros e revistas com fotografias do Brasil, e do Rio de Janeiro. Instrua-o para que não discuta política e religião, e faça-o entender que ele vai conviver com pessoas inteiramente diferentes e é necessário que certos hábitos pessoais e religiosos sejam respeitados.

Limpeza e organização

Nos quartos, bem equipados, são fornecidas as roupas de cama e banho.
Se fizer questão mande de casa.
As toalhas de banho tem tamanho de guardanapos.
Existe a possibilidade de usar máquinas de lavar.
Neste caso o que eu faço é o seguinte:
Vocês já devem ter visto nos camelôs,uma cesta alta e dobrável de roupa suja.
Ela é superútil, meu filho não viaja sem ela (foto)

Ele vai juntando cuecas, meias, camisetas e depois leva tudo pra lavanderia.
Ensine o a usar bem a máquina de lavar,começando a mostrar-lhe em casa como se faz a separação de roupas para que ele não venha com tudo manchado.

Meu filho estragou várias camisas de futebol, pois não sabia que elas devem ser lavadas a mão.
Claro que vem faltando vários pés de meia e cuecas, mas isso faz parte, afinal não foram educados assim .
Mas ainda dá tempo de aprender....

É interessante mandar as roupas marcadas.
Compre um acrylpen para tecidos e faça marcas nas etiquetas(cuidado com as griffes) faça naquela outra, da costura lateral...eles agradecerão o cuidado.
Se seu filho tiver roupas de baixo dessas de griffes caras, não mande.
Eles largam a metade lá.
Compre meia dúzia de roupas mais baratas e nem se preocupe.
A arrumação e limpeza do quarto cabe a eles...cada dia um tem uma tarefa.
Como isso é bom!!!





A cesta é dobrável, e não ocupa nada de espaço na mala

4 comentários:

Gabriela disse...

Adorei esse blog muito bom estou tirando varias das minhas duvidas sobre o intercambio aqui, tem todos os detalhes! xD
parabeńs monica!

Tamy disse...

Márcia adorei seu blog!!!
Deu pra perceber que é uma super Mãe, toda dedicada e cuidadosa com o filhote e super antenada também! Minha mãe não sabe usar internet, estou ensinando pra ela agora o que é orkut, skype, msn... pois meu irmão está em intercâmbio. Vou mostrar seu Blog pra ela ver como vc incentiva e que estudar fora e ficar longe de casa não é um bicho de sete cabeças. Apesar que pra ela sempre vai ser!

Fiquei empolgada e já vou começar a planejar minha viagem também!

Parabéns pelo blog!
beijo

nascinoborges disse...

Tamy voce disse tudo *.*

Ela deve ser um super(pra nao dizer Hiper) mãe e super antenada ... a minha sabe pouco de computador entrar na net sim, mas ensinar o msn pra ela foi pior que qualquer prova de fisica ou quimica!(se preparece)

E eu tambem estou mostrando o blog pra minha mae, assim ela ve que com organização tudo fica simples, para ela sair da cidade é ja um mostro do pais entao é o fim do mundo...

e tambem adorei o blog, a unica dificuldade da minha mae mesmo é com tempo como trabalha em hospital o horario é todo bagunçado
x.x


mas tudo bem, agora quando ela chega em casa, eu ja vou logo chamando ela pra lhe mostrar as materias que achei interresantes

xD


Afinal, nao adianta nada falar com pai ja que as maes assumiram a responsabilidade ta tal chamada "ULTIMA PALAVRA"

HAusuasha

bjao Tamy e Marcia

Victoria Tortorelli Sampaio disse...

NOSSA, A-M-E-I o blog, tenho 14 e penso e fazer um HIgh School ano que vem , e estou tirando todas as duvidas aqui :D