domingo, 18 de maio de 2008

O SEXO E O INTERCÂMBIO


Não vamos ser hipócritas, e passar por cima deste assunto como se ele não fizesse parte do mundo dos nossos filhos, sejam eles meninos ou meninas.

Num ambiente jovem e com relativa liberdade, é natural que aconteça algum tipo de envolvimento, seja ele afetivo ou mesmo sexual sem compromisso.

Embora não seja aconselhável este tipo de relação em um intercâmbio, nós sabemos que acontecem.

Até com certa frequência.

Alguns lugares, como homestays ou alojamentos estudantis tem as regras determinadas, e ás vezes até mais severas do que o jovem está habituado em seu cotidiano.

O importante é que eles sejam alertados das regras de cada lugar para que não hajam problemas mais sérios em relação a infrações.
É essencial uma conversa franca onde tudo isso deve ser abordado, inclusive á respeito de sexo seguro e responsável.

Embora este assunto já faça parte de suas preleções a seu filho, não custa repetir mais uma vez.

Um outro aspecto importante diz respeito a assédio sexual.

Na Revista Capricho, há uma matéria que eu já me referi em outro post, onde uma jovem narra uma experiência traumática de assédio.

Tudo isso deve ser abordado, para que a jovem sinta-se encorajada a tomar a decisão correta num evento desta natureza.

3 comentários:

Eduardo Palafoz disse...

Uhuuuu... sexo X drogas X Rock and roll!!!! hehehehe... Mas eu descarto o do meio....

O ideal eh pensar com a cabeça... mas as vezes, a cabeça pensante nao trabalha e dar lugar a outra.. ai ja viu!!

Mas uma coisa eh certo.. sexo seguro, ainda + fora do pais nativo.. pois a aids esta pelo mundo....

vlw!!

Lia disse...

aids esta pelo mundo e voce nao quer deixar filhoes bastardos por ai neh ? =)

Anônimo disse...

esse blog é foda (: