quarta-feira, 18 de junho de 2008

TUDO O QUE TEM DIREITO !!!


Érica, curtindo tudo o que tem direito....

Nos fins de semana do intercâmbio, especialmente os feitos na Europa, onde um outro país está tão próximo, valem á pena passeios mais elaborados que as excursões locais oferecidas pelos cursos.
É hora de fazer uma "mochilinha", aproveitando o tempo livre para conhecer um novo lugar.
E fazendo nesta temporada do intercâmbio, tudo o que eles tem direito!
É o momento para testar os famosos albergues, para quem sabe uma aventura maior futuramente...

Quando a gente fala em albergue, o que vem na cabeça, é aquele hotel de quinta, sujo e mal iluminado, onde se hospedam os viajantes que no meio da noite não tem pra onde ir.
Era assim que eu imaginava...

Mas pesquisando descobri que existem excelentes albergues pelo mundo, e essa imagem que eu tinha é totalmente equivocada e preconceituosa.

Eu aprendo com os jovens o tempo todo!

Existem albergues maravilhosos e hoje em quase todos há a opção de ficar em quartos duplos e até singles (solteiro).

A aérea de convivência é sempre transada e muito concorrida, e é o ponto alto dos albergues.
Os jovens do mundo inteiro freqüentam e adoram.
Embora não sejam uma exclusividade dos jovens, eles são a maioria.

Mas existem algumas regrinhas e dicas pra se dar bem e não ter problemas.
Na hora de procurar, escolha nos sites especializados de reservas e veja toda a descrição do lugar, localização e selecione os que mais interessam.

Faça uma busca no Tripadvisor para ver a cotação e a opinião dos que já usaram.
Converse com quem já foi.
Referências são importantes.

Seja rigorosa na escolha, ás vezes um pequeno acréscimo no preço, faz uma boa diferença nas instalações.

Existem albergues com o selo HI onde é preciso ter carteira de alberguista e eles são conceituados e bons, o que não quer dizer que o albergue que não faça parte não seja recomendado.
Existem alguns até bem melhores.
Tem albergue de todo tipo, estilo convento, colégio interno, os super liberados, estes geralmente em Amsterdam.
Mas hoje em dia há opções realmente ótimas neste tipo de hospedagem.
O negócio é pesquisar, e se informar, sempre.

Sabendo que curfew, significa portas fechadas, dê preferência aos
albergues que mantém a portaria funcionando 24 h.
Lockers, são locais para a guarda de bagagens, que pode ser uma sala
ou lockers individuais.
Lockout, significa que o albergue fica fechado algumas horas para limpeza, dependendo da hora pode ser mesmo um transtorno.
Se informe.

Independente da sua escolha, se é por um dormitório coletivo, ou um quarto individual, dinheiro, cartões e passaporte devem ficar na pochete da cintura, até para dormir.
Nunca se sabe.

Meu filho está indo agora pela primeira vez passar uma noite num albergue em Dresden, pois seu vôo chega tarde e a hospedagem estudantil está fechada para check in.

Vou mandar um lençol tipo luva, uma fronha e um outro para cobrir, desses bem baratinhos, tipo quase descartáveis, que vão ser colocados na bagagem de mão.

Outro cuidado que considero indispensáveis são havaianas para o banho (banheiros coletivos) e cobertura descartável para o vaso sanitário.

Sou fresca mesmo, e com saúde eu não brinco!

Estes videos dão uma mostra geral, do que são estes albergues, aliás no exterior são chamados HOSTELS.
BERLIM


Este é uma geral dos de LONDRES


E de PARIS

2 comentários:

Camila disse...

Ol� Marcia, me ausentei um pouco, mas seu blog est� nos meus favoritos j� hehehe
muito legal o post sobre os hostels
beijos,
Camila Bastos

Myra Athayde disse...

Tia Márcia, li alguns post's, adorei !
Vou dar o endereço do blog para a mamãe ver.
Achei o máximo também o ''deixando os namorados'', vc tem uma cabeça muito aberta, muito fofa, e as dicas com os albergues são ótimas.

Beijo