terça-feira, 29 de julho de 2008

CURSOS DE IDIOMAS, A MELHOR ESCOLHA?

Nicole, em San Diego, fazendo o curso de idiomas.

Eu considero esta a melhor opção para o aprendizado e para vivenciar uma nova cultura.
Se for realizado em um semestre, possibilita uma total imersão de modo a proporcionar fluência, mesmo para quem ingressa no nível básico.

A época ideal a meu ver, é pós vestibular, deixando o início da faculdade para o segundo semestre.

Dá uma relaxada no ano difícil do vestibular, e ao mesmo tempo um up grade no idioma desejado.

Considerando o aprendizado do inglês, cada mês equivale a seis meses de cursinho feito no Brasil.

Ou seja, um nível por mês.

Algumas pessoas com um mês obtem a fluência desejada.
Meu filho fez um curso de inglês de 1 mês, duas vêzes, e é totalmente fluente
tendo obtido o diploma de Master.

Mas isso vai depender do nível do seu filho.
Ele será avaliado ao chegar.

Um curso tem geralmente 12 níveis até o Master,
considerando 3 estágios em cada nível, Básico, Intermediário, Avançado e Master.

É possível acelerar o aprendizado fazendo a opção pelo intensivo, com uma maior carga horária.
Eu fiz isso da primeira vez que ele foi, e ele não gostou.
É válido para quem tem pressa de obter o diploma, mas puxado para os jovens com mais tempo.
Naturalmente este tempo é considerado para quem realmente vai pensando em estudar e não apenas no aprendizado informal do idioma.

Claro que é importante a interação com a cultura e os hábitos locais, mas o aprendizado formal não deve ser negligenciado de modo algum.

Todas as agências oferecem este programa, e em vários países.
O custo de um programa de idiomas varia de acordo com o tempo pretendido, a acomodação desejada, e o país escolhido.

Lembrando que uma opção inteligente é escolher países que estejam com a moeda desvalorizada em relação ao Real.

5 comentários:

Thomaz Erick disse...

Oi Marcia!
Há quanto tempo não dou uma passada aqui, né.
Mudei os planos, acho que não vou mais fazer High School, vou estudar em São Paulo, e durante as aulas, cursos de idiomas por lá mesmo, e possivelmente um curso no país da lingua.
Vou fazer a inscrição pelo Rotary, se cair em um lugar bom, eu vou, caso contrario deixo para fazer os cursos.

Enfim, seu blog continua MUITO bom!
Parabéns!

Beijos.

MARCIA CASARES disse...

E vc ficou muito triste?
Achei uma decisão inteligente,este último post mostra bem isso.
Como vc sabe eu sou mais cursos de idiomas do que High School.
Que bom que vc voltou!
Apareça sempre!
Obrigada pelos elogios
bjussssss

André Nyer disse...

Oi! Márcia, tudo bem?
Novamente vou elogiar seu blog que está excelente. =o)
E mais uma vez você tirou uma dúvida minha sobre o período que foi realizado o curso e o nível alcançado pós-curso. Eu já tinha ouvido falar, mas não lembrava.
Um forte abraço e sempre passarei aqui pra conferir as novidades.

[]’s André Nyer - PE

Nicolle disse...

Oi Márcia! eu já venho acompanhando o seu blog há algum tempo, até serviu de inspiraçao para minha mãe deixar eu fazer um intercambio que eu tanto quero.Porém hj eu não podia deixar d postar ,pq encarei a legenda da foto como um sinal (meu nome tb é nicolle e quero fazer curso de idioma em san diego) positivo e tinha que vim aqui agradecer por esse trabalho exelente e esclarecedor que voce faz.Obrigada!

Matheus disse...

Aprendizado pode ate ser (embora eu ache que nao)mais curso de idioma nao é o melhor pra vivenciar cultura do pais nunca,na High School vc frequentando a escola,Apredendo com os outras,nas casas de familias e etc...
Mais nao sei o motivo de vc nao gosta do High School,so devia ser menos imparcial quanto a sua opiniao